0 comentários juraski

    Pouca gente sabe, mas mármores e granitos manchados, envelhecidos e sem brilho podem recuperar a beleza original.
As empresas que fazem a manutenção garantem que a pedra fica igual ou melhor do que quando nova.
É que o processo original de polimento de mármores e granitos é realizado normalmente com substâncias abrasivas. Já na recuperação, as empresas utilizam o diamante, que dá mais brilho do que o projeto original.
O granito e o mármore, tecnicamente conhecidos como rochas ornamentais, são originalmente porosos.
Para ganharem brilho e impermeabilidade, são polidos. Os poros da superfície são fechados física e mecanicamente.
Nem sempre precisa ser assim. Os mármores e granitos também podem receber acabamento cujo objetivo não é deixá-los lisos e brilhantes. Um exemplo é seu uso ao redor de piscinas, situação em que a pedra deve manter rugosidade antiderrapante.
Apesar de serem conhecidas como pedras "para toda a vida", o granito e o mármore perdem brilho com o passar do tempo, principalmente em cidades muito poluídas.
Além disso, podem ficar manchados. Os problemas serão mais graves e surgirão mais rapidamente quanto pior for a conservação.
Mas as características originais do material podem ser mantidas por um longo período de tempo -até 30 anos, por exemplo. Mesmo período de duração que uma restauração bem-feita pode ter.
O processo de recuperação do material danificado consiste em remover a camada mais superficial e polir novamente a pedra. Com isso, retira-se a parte opaca e o polimento garante um visual novo.

Faça o seu comentário.

* Campo obrigatório

Comentários (0)